Follow by Email

domingo, 16 de junho de 2013

SINTSEPMI/ Itabira enviará representantes à Audiência Pública em Brasília

Pela primeira vez o SINTSEPMI (Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Itabira) enviará 29 representantes a Audiência Pública que acontecerá nesta terça-feira. Dia 18 de junho de 2013 em Brasília-DF.
O Chefe de Governo da Prefeitura Municipal de Itabira, Jadir Eustáquio do Espírito Santo a pedido da presidente do sindicato, Priscila Miranda liberou um micro-ônibus para que ACS’s e ACE’s de Itabira pudessem participar do evento e também a liberação da categoria concedida por intermédio do Secretário da Saúde Reynaldo Damasceno.
Os Agentes comunitários de Saúde e os Agentes de combate à Endemias travam uma luta pelo Piso Nacional desde 2006, quando foi criada a Lei Federal 11.350/06 que regulamenta as duas profissões. No decorrer destes anos, junto com a CONACS (Confederação Nacional dos ACS e ACE), conseguiram duas alterações na constituição, sendo a primeira em 2008, quando a EC 51 estabeleceu que todos os agentes só seriam contratados através de processo seletivo, acabando assim com a regalia dos políticos de indicarem quem eles bem entendessem para exercer estas funções pelo simples fato de terem ou não os apoiado em campanhas eleitorais.
A segunda vez foi em 2010 quando a EC 63 estabeleceu um piso nacional e o plano de cargos e carreiras para as categorias. A partir daí a luta passou a ser pela regulamentação desta emenda, sendo formadas comissões especiais, Frente Parlamentar de Apoio aos ACS e ACE, FENASCE  - Federação Nacional de Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate as Endemias... Enfim, muitas idas e voltas a Brasília. Mas agora, mais do que nunca não podemos perder as esperanças, pois já temos o apoio do Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, dos Governadores dos Estados, faltando apenas o apoio da CNM, Confederação Nacional dos Municípios e a boa vontade da presidenta Dilma, é claro!
Agradeço desde já a colaboração de algumas pessoas que patrocinou o lanche da galera que irá representar nossa cidade. Amanhã irei publicar o nome de um por um que provou que apoia nossa causa.
Desejo boa viagem a todos os guerreiros (as) do Brasil que participarão da audiência na terça-feira, que Deus os acompanhe e os levem em segurança.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Essa realidade é um tanto perversa no Brasil. Hoje os Agentes Comunitários de Saúde vivi um drama no Brasil quando se trata do Projeto Minha Casa Minha Vida, pois muitos acabam tendo que optar ou pela casa ou pelo emprego, pois a lei 11,350 no Art. 6oO Agente Comunitário de Saúde deverá preencher os seguintes requisitos para o exercício da atividade: I-residir na área da comunidade em que atuar, desde a data da publicação do edital do processo seletivo público; e também no Parágrafo único. No caso do Agente Comunitário de Saúde, o contrato também poderá ser rescindido unilateralmente na hipótese de não-atendimento ao disposto no inciso I do art. 6o, ou em função de apresentação de declaração falsa de residência. Temos que exigir de nossos deputados federais de nossos estados para que façam uma emenda na 11,350 resguardando esses agentes que forem beneficiados com o Projeto Minha Casa Minha Vida.
Reunião com vereador de Jatai Vinícius Luz Reunião com vereador de Jataí Vinícius Luz. Nesta reunião, foi discutido, com alguns diretores do SINDSAUDE/GO, problemas enfrentados pelos trabalhadores do município de Jataí Goiás, em especial os agentes comunitários de saúde e de combate as endemias, pois a gestão municipal, não tem garantido direitos estatutários destes trabalhadores.Foi sugerido então por parte da diretoria do SINDSAUDE/GO que o vereador fizesse uma Audiência Pública no município, para tratar destas dificuldades enfrentadas na área da saúde em Jataí.
Reunião em Americano do Brasil Reunião de apresentação do SINDSAUDE/GO na cidade de Americano do Brasil, onde foi retirada uma pauta com as reivindicações dos trabalhadores(as) da saúde. Esta reunião, contou com a presença do prefeito da cidade MORETSON DA SILVA BORGES, e com a presença de 03 vereadores. Uma comissão foi eleita entre os presentes e irá acompanhar as negociações na cidade.
Reunião em Anicuns Goiás (16 fotos) Nesta reunião tiramos o encaminhamento de que se a prefeitura não receber o sindicato e a comissão os trabalhadores e trabalhadoras do município irão parar suas atividades por tempo indeterminado. Nesta reunião podemos notar o descaso do poder público municipal com a cidade, pois as ruas da cidade estão intransitáveis como mostra as fotos abaixo. Agora é fortalecer o movimento e ir pra luta esperamos também contar com o apoio da população de Anicuns nesta empreitada.
Reunião em Sanclerlândia Goiás. Os Agentes reuniram se no SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS, para a apresentação do SINDSAUDE/GO e decidiram que dentre outras pautas vão priorizar o Plano de Carreiras Cargos e Vencimentos, para todos os profissionais de saúde do município.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Hoje 31/01/2013 o Sindsaúde-Go Goiás, em conjunto com o Sindacsego Agentes, Esteve na porta do Núcleo de Controle de Vetores de Aparecida de Goiânia, para garantir que cerca de 400 ACE, tivessem seus vencimentos respeitados, pois a prefeitura sem nenhum aviso prévio baixou um decreto retirando destes profissionais quase 30% de seus contra cheques, Este percentual se trata de uma gratificação de incentivo a produtividade conquistada com muita luta destas entidades e dos trabalhadores e das trabalhadoras deste município. Uma comissão formado por trabalhadores sindicato e gestores foi constituída no momento para ir atras de uma resposta para esse corte e voltou com a informação de que se tratava de um decreto do senhor prefeito retirando as gratificações de todos e todas servidores e servidoras do município, e informou ainda que que esse corte não era para se estender aos ACEs mais por um equivoco, atingiu estes profissionais, e informou que este problema será resolvido em um prazo máximo de 15 dias. Com essa informação o Sindsaude e o Sindacse consultaram os trabalhadores e trabalhadoras se era possível esperar esse período solicitado pela prefeitura e num ato de sensibilidade por parte dessa categoria, já que estamos vivenciando uma epidemia de dengue foi deliberado pela maioria que iriam continuar seus trabalhos normalmente e esperar o tempo solicitado pela prefeitura. Mais uma vez essa categoria mostra que são de fato promovedores de saúde e que mesmo em condições adversas são capazes de superar os obstáculos; parabéns ACEs de Aparecida de Goiânia.